Perguntas Frequentes

Geral

De acordo com a regulamentação brasileira, produtos de Cannabis são produtos industrializados que contém exclusivamente como ativos, derivados vegetais ou fitofármacos da planta Cannabis sativa, destinado a finalidades médicas e terapêuticas. Em meados de 2015, a ANVISA reconheceu oficialmente o potencial terapêutico da planta Cannabis, incluindo em sua lista de medicamentos o Canabidiol (CBD) e o Tetrahydrocanabinol (THC), ambos princípios ativos naturais da planta, tornando possível a prescrição de produtos de Cannabis por médicos de diversas categorias em todo o país.

A cannabis medicinal contém uma variedade de compostos ativos, incluindo o  CBD (canabidiol) e o THC (tetrahidrocanabinol), além de outros canabinoides naturais,  e tem sido objeto de crescente interesse devido aos seus potenciais benefícios para a saúde. Alguns dos benefícios relatados incluem:

  1. Alívio da dor crônica: A cannabis medicinal tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que podem ajudar a aliviar a dor crônica associada a condições como artrite, fibromialgia, neuropatia e esclerose múltipla.
  2. Controle de convulsões: O CBD, encontrado na cannabis, tem sido eficaz no tratamento de certos tipos de epilepsia, como a síndrome de Dravet e a síndrome de Lennox-Gastaut, reduzindo a frequência e a gravidade das convulsões em alguns pacientes.
  3. Redução da ansiedade e depressão: Alguns estudos sugerem que o CBD pode ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade e depressão, proporcionando um efeito calmante e relaxante.
  4. Melhora do sono: A cannabis medicinal pode ajudar a regular o ciclo sono-vigília e melhorar a qualidade do sono, sendo potencialmente útil para pessoas que sofrem de insônia ou outros distúrbios do sono.
  5. Redução dos sintomas de náusea e vômito: O THC, em particular, tem sido utilizado com sucesso para reduzir a náusea e os vômitos em pacientes submetidos a tratamentos como quimioterapia.
  6. Estimulação do apetite: O THC pode aumentar o apetite em pacientes com distúrbios alimentares ou que estão passando por tratamentos que causam perda de apetite.
  7. Controle de espasmos musculares: A cannabis medicinal tem sido usada para ajudar a reduzir espasmos musculares em condições como esclerose múltipla e lesões na medula espinhal.
  8. Redução da pressão intraocular: O uso de cannabis medicinal tem sido associado a uma redução na pressão intraocular, o que pode ser benéfico para pacientes com glaucoma.

É importante notar que os efeitos da cannabis medicinal podem variar de pessoa para pessoa e que mais pesquisas são necessárias para entender completamente seus efeitos e aplicações medicinais. Além disso, é crucial consultar um profissional de saúde qualificado antes de iniciar qualquer regime de tratamento com cannabis medicinal, especialmente se você estiver tomando outros medicamentos.

Os canabinóides são compostos naturais isolados da planta Cannabis sativa. Os dois canabinóides mais conhecidos são o delta-9-tetraidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD). Devido às suas propriedades, os canabinóides podem ser potencialmente usados com vista à analgesia, relaxamento muscular, imunossupressão, como anti-inflamatórios, antialérgicos, sedativos, para melhorar o humor, como estimulante do apetite, antiemético, diminuidores da pressão intraocular, broncodilatação, neuroproteção e efeitos antineoplásicos.

O canabidiol, comumente conhecido como CBD, é um dos mais de 100 compostos químicos chamados de canabinoides encontrados na planta de cannabis (Cannabis sativa). Ele é extraído principalmente de plantas de cannabis que contêm níveis mais elevados de CBD e baixos níveis de THC (tetrahidrocanabinol).

O CBD ganhou destaque devido aos seus potenciais benefícios terapêuticos, sem os efeitos psicoativos associados ao THC. Ao contrário do THC, o CBD não causa uma sensação de “barato” ou intoxicação. Em vez disso, ele tem sido objeto de muita pesquisa devido aos seus possíveis efeitos medicinais, incluindo:

  1. Propriedades analgésicas: O CBD pode ter propriedades analgésicas, ajudando a aliviar a dor.
  2. Anti-inflamatórias: O CBD demonstrou ter efeitos anti-inflamatórios em estudos preliminares, o que pode ser útil no tratamento de diversas condições inflamatórias,.
  3. Ansiolíticas O CBD (canabidiol) tem sido estudado por seus potenciais efeitos ansiolíticos, ou seja, seu potencial para reduzir a ansiedade. Alguns estudos pré-clínicos e clínicos sugerem que o CBD pode ter propriedades ansiolíticas significativas.
  4. Anticonvulsivantes O CBD tem sido estudado por seus potenciais efeitos anticonvulsivantes e tem mostrado promessa no tratamento de certos tipos de epilepsia refratária, ou seja, que não responde bem aos tratamentos convencionais
  5. Neuroprotetoras. Pode ajudar a proteger as células nervosas e o cérebro de danos causados por condições neurodegenerativas como a doença de Huntington e a doença de Parkinson.

O CBD é frequentemente utilizado para aliviar a dor crônica, reduzir a ansiedade e o estresse, melhorar a qualidade do sono, controlar convulsões em certas formas de epilepsia, entre outros usos terapêuticos. Ele está disponível em várias formas, incluindo óleos, cápsulas, cremes tópicos, comestíveis e produtos para vaping.

É importante notar que, embora o CBD seja considerado seguro para uso, é essencial comprar produtos de alta qualidade de fontes confiáveis e consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer regime de tratamento com CBD, especialmente se estiver tomando outros medicamentos. Além disso, as leis e regulamentações relacionadas ao CBD variam de acordo com o país, portanto, é importante estar ciente das leis locais antes de usar produtos de CBD.

O THC, ou tetrahidrocanabinol, é um dos compostos químicos mais conhecidos encontrados na planta de cannabis (Cannabis sativa). Ele é o principal componente psicoativo da cannabis, o que significa que é responsável pelos efeitos de “barato” ou intoxicação associados ao consumo de maconha.

O THC interage com os receptores cannabinoides no cérebro e no sistema nervoso central, produzindo uma variedade de efeitos, incluindo:

  • Euforia: Sensação de bem-estar geral e aumento do humor.
  • Alterações sensoriais: Mudanças na percepção de tempo, espaço e sensações sensoriais.
  • Relaxamento muscular: O THC pode ter propriedades relaxantes musculares.
  • Aumento do apetite: Conhecido coloquialmente como “larica”, o THC pode aumentar o apetite.
  • Redução da dor: Tem propriedades analgésicas e pode ajudar a aliviar a dor.

Esses efeitos são frequentemente procurados por aqueles que usam cannabis recreativamente, mas o THC também tem sido objeto de pesquisas devido aos seus potenciais benefícios medicinais, incluindo o alívio da dor, a redução de náuseas e vômitos associados à quimioterapia, redução de espasmos e o estímulo do apetite em pacientes com doenças debilitantes.

CBN é a sigla para canabinol, um dos compostos encontrados na planta de cannabis (Cannabis sativa) ,assim como o THC (tetrahidrocanabinol) e o CBD (canabidiol).

O CBN é um produto da degradação do THC, o que significa que é formado quando o THC é exposto ao oxigênio e à luz. Por esse motivo, o CBN geralmente é encontrado em concentrações mais elevadas em produtos de cannabis que foram armazenados por longos períodos ou expostos a condições que favorecem a degradação do THC.

Embora o CBN seja menos estudado em comparação com o THC e o CBD, alguns estudos sugerem que ele pode ter propriedades terapêuticas, incluindo:

  1. Sono: Alguns estudos indicam que o CBN pode ter efeitos sedativos, o que pode ajudar a melhorar a qualidade do sono.
  2. Analgésico: O CBN pode ter propriedades analgésicas, ajudando a aliviar a dor.
  3. Anti-inflamatório: Há evidências preliminares de que o CBN pode ter propriedades anti-inflamatórias, o que pode ser útil no tratamento de condições inflamatórias.

É importante notar que a pesquisa sobre o CBN ainda está em estágios iniciais e são necessários mais estudos para entender completamente seus efeitos e aplicações medicinais.

O CBG é considerado o precursor dos outros canabinoides, pois é a partir dele que se formam o THC, o CBD e outros canabinoides através de processos de biossíntese. Em estágios iniciais do desenvolvimento da planta de cannabis, o CBG é o canabinoide predominante, mas à medida que a planta amadurece, ele é convertido em outros canabinoides.

Embora haja menos pesquisas sobre o CBG em comparação com o THC e o CBD, estudos preliminares sugerem que ele pode ter vários potenciais benefícios para a saúde, incluindo:

  1. Propriedades anti-inflamatórias: O CBG demonstrou ter efeitos anti-inflamatórios em estudos pré-clínicos, o que pode ser útil no tratamento de condições inflamatórias como a doença inflamatória intestinal.
  2. Neuroprotetor: Alguns estudos indicam que o CBG pode ter propriedades neuroprotetoras, o que significa que pode ajudar a proteger as células nervosas e o cérebro de danos causados por condições neurodegenerativas como a doença de Huntington e a doença de Parkinson.
  3. Estimulação do apetite: Assim como o THC, o CBG pode ajudar a estimular o apetite, o que pode ser útil para pessoas que têm dificuldade em comer devido a condições médicas ou tratamentos.
  4. Antibacteriano e antifúngico: Estudos sugerem que o CBG pode ter propriedades antibacterianas e antifúngicas, o que pode ser útil no tratamento de infecções bacterianas e fúngicas.

No entanto, é importante notar que a pesquisa sobre o CBG ainda está em estágios iniciais e são necessários mais estudos para entender completamente seus efeitos e aplicações medicinais.

Os terpenos são compostos orgânicos aromáticos encontrados em várias plantas, incluindo a cannabis, bem como em frutas, flores e ervas. Eles são responsáveis pelos aromas distintos associados a diferentes variedades de plantas e desempenham um papel importante na proteção das plantas contra predadores e na atração de polinizadores.

Na cannabis, os terpenos são produzidos nas glândulas de resina das flores e das folhas e são responsáveis pelo aroma único de cada cepa de cannabis. Além do aroma, os terpenos também podem influenciar os efeitos e as propriedades medicinais da cannabis, interagindo com outros canabinoides, em um fenômeno conhecido como “efeito entourage”.

Alguns dos terpenos mais comuns encontrados na cannabis:

  • Mirceno: Tem um aroma terroso e herbal e é associado a efeitos sedativos e relaxantes.
  • Limoneno: Possui um aroma cítrico e é conhecido por suas propriedades energizantes e antiestresse.
  • Linalol: Tem um aroma floral e é conhecido por suas propriedades relaxantes e sedativas.
  • Pineno: Possui um aroma de pinho e é associado a propriedades estimulantes e de melhoria da memória.
  • Cariofileno: Tem um aroma picante e terroso e é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.

Estudos sugerem que os terpenos podem ter uma variedade de benefícios para a saúde, incluindo propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, ansiolíticas e neuroprotetoras. Eles também são amplamente utilizados em aromaterapia devido aos seus potenciais efeitos terapêuticos.

O sistema endocanabinoide é um sistema complexo de sinalização celular encontrado no corpo humano e em outros mamíferos. Ele desempenha um papel fundamental na regulação de uma variedade de funções fisiológicas e processos biológicos, incluindo o humor, a memória, o apetite, a resposta imunológica, a dor, o sono e muito mais.

O sistema endocanabinoide é composto por três componentes principais:

  1. Receptores canabinoides: Existem dois principais tipos de receptores canabinoides identificados até o momento: os receptores CB1 e CB2. Os receptores CB1 estão amplamente distribuídos no cérebro e no sistema nervoso central, onde desempenham um papel importante na regulação do humor, da memória, da dor e do apetite. Os receptores CB2 são encontrados principalmente nas células do sistema imunológico e estão envolvidos na modulação da resposta imunológica e na inflamação.
  2. Endocanabinoides: São substâncias químicas produzidas pelo próprio corpo que se ligam aos receptores canabinoides. Os dois principais endocanabinoides conhecidos são o anandamida e o 2-AG (2-araquidonilglicerol). Eles são produzidos sob demanda em resposta a certos estímulos e desempenham um papel crucial na regulação do equilíbrio interno do corpo, conhecido como homeostase.
  3. Enzimas metabólicas: São responsáveis por sintetizar e degradar os endocanabinoides após sua ação. As principais enzimas envolvidas são a FAAH (amidohidrolase de ácido graxo) e a MAGL (monoacilglicerol lipase).

O sistema endocanabinoide desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio interno do corpo e na resposta a estímulos externos e internos. Ele regula uma variedade de processos fisiológicos e é crucial para o funcionamento adequado do sistema nervoso, do sistema imunológico, do sistema endócrino e outros sistemas do corpo.

A ativação do sistema endocanabinoide pode ocorrer tanto pela produção dos próprios endocanabinoides quanto pela interação com os canabinoides exógenos encontrados na cannabis, como o THC (tetrahidrocanabinol) e o CBD (canabidiol). A regulação adequada do sistema endocanabinoide é essencial para a saúde e o bem-estar geral do organismo.

O efeito entourage (efeito comitiva) é um termo que descreve a sinergia causada pelo uso combinado dos diferentes canabinóides presentes naturalmente na planta de Cannabis. Evidências emergentes sugerem que todos os compostos vegetais da cannabis trabalham juntos sinergicamente – isso é conhecido como efeito entourage e pode ser pensado como: o conjunto de todos os compostos presentes na cannabis está mais unido do que a soma de suas partes. Em outras palavras, uma sinergia especial de toda a planta ocorre quando canabinóides e terpenos são consumidos juntos, em vez de sozinhos. Extratos tipo Ful Spectrum preservam as características naturais da planta, potencializando o efeito entourage.

Cada indivíduo responderá de maneira diferente aos produtos de Cannabis, devido a fatores de estilo de vida, incluindo: estado de saúde, níveis de estresse, dieta, genética, idade, tolerância a produtos derivados da Cannabis, interação com outros medicamentos, etc. Por isso é importante contar com um profissional de saúde especializado, para orientá-lo. Caso necessite de indicação médica, favor entrar em contato através dos nossos canais de atendimento.

A validade dos produtos é de 2 anos, ou um ano após aberto.

Armazenar em local fresco e seco, sem contato direto com a luz do sol. Para regiões demasiadamente quentes ou períodos prolongados, recomenda-se armazenar em geladeira.

Um Certificado de Análise Laboratórial (COA) é um documento oficial que comunica os resultados de um teste científico feito em um produto, como alimentos ou medicamentos. Ele contém informações precisas sobre qualidade do produto, composição e concentração. Produtos de Cannabis testados em laboratório asseguram ao médico e ao paciente, que aquele determinado lote contém exatamente as concentrações descritas no mesmo, e são livres de contaminantes nocivos, como resíduos químicos, fungos e metais pesados, garantindo qualidade e segurança.

A RDC 660 define os critérios e os procedimentos para a importação de Produto derivado de Cannabis, por pessoa física, para uso próprio, mediante prescrição de profissional legalmente habilitado, para tratamento de saúde. Para mais informações sobre como importar produtos de Cannabis, visite a sessão “Como Comprar” no menu do site, ou entre em contato direto pelos nossos canais de atendimento.

Tipos de extrato

Extratos tipo Full Spectrum (espectro completo) são extratos integrais, que mantêm o perfil completo da planta de Cannabis, preservando a sinergia natural de seus compostos e potencializando o seu efeito (efeito entourage).

Extratos tipo Broad Spectrum (espectro amplo) são extratos integrais, porém o THC é removido em laboratório. Eles ainda preservam a sinergia dos demais componentes. Este tipo de produto costuma ser utilizado em casos onde o THC não seja indicado ou permitido.

O CBD isolado refere-se a um produto que contém exclusivamente Canabidiol, enquanto o CBD de espectro completo (full spectrum) é um extrato que contém outros compostos da planta de cannabis, como terpenos e outros canabinoides. O CBD isolado costuma ser utilizado em pesquisas científicas ou em situações onde o uso dos demais canabinoides, como o THC, não seja recomendado.

Envio

O seu pedido é enviado em até 2 dias úteis após aprovação do pagamento. O prazo de entrega pode variar de acordo com o tempo de liberação na ANVISA. O tempo médio de entrega é de 20 dias corridos.

Sim, você irá receber um email com o Tracking Number (número de rastreio) assim que o pedido for enviado.

Sim, frete 100% assegurado desde a origem até o destino final.

Não, o valor final do seu pedido já inclui todas as taxas e encargos.

 

Estamos à disposição para te auxiliar em todo o processo de importação. Favor entrar em contato conosco pelos nossos canais de atendimento para falar diretamente com um profissional especializado.

Entregamos em todas as regiões do Brasil.

 

Valor do frete fixo R$229,00 (frete + taxas e seguro).

Pagamento

Pagamento em Pix (5% desconto) e Cartão de Crédito em até 3x sem juros. Ao finalizar a compra pelo site, você receberá um link com as opções de pagamento disponíveis.

Após a aprovação do pagamento, não é possível cancelar o pedido. Em caso de danos ou extravio durante o transporte, possuímos seguro de frete com cobertura integral.

 
Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar por este site, você concorda com o uso de cookies.

Atenção

Os produtos Leaf são comercializados em acordo com a RDC 660 ANVISA, que define os critérios e procedimentos para a importação de Produtos de Cannabis, por pessoa física, mediante prescrição de profissional legalmente habilitado.

Acesso Proibido

Tenho 18 anos ou mais Tenho menos de 18 anos
Shop
Wishlist
0 items Cart
My account